07/02/2016

Beyoncé: Um símbolo representatividade e empoderamento ❤

No mês da história negra e a um dia do Superbowl, Beyoncé surpreende-nos com o seu novo single, Formation, que nos está a deixar a nós, seus fãs, completamente loucos. E garanto-vos que não é para menos.

Confesso que quando ouvi a música pela primeira vez, não gostei muito. Torci logo o nariz e disse para mim própria "tenho saudades do R&B dela!", mas depois de ouvir mais algumas vezes, mudei de ideias, e penso que a menssagem que a letra e o vídeo passam conseguiram compensar (e muito) isso. 

Quer a letra da música, quer o videoclip estão recheados de referências historico-sociais, e passam uma mensagem incrivelmente forte e poderosa. A mensagem é de cariz social, representando o empoderamento e ascensão dos negros, mas também é pessoal, pois a rainha reconhece o seu valor e o seu sucesso na industria musical sem negar as suas origens, e afirma a sua indiferença quanto aos haters. 

No inicio do vídeo, vemos Beyoncé em cima de um carro policial, prestes a afundar-se, numa cena de alagamento, e escutamos os primeiros versos "What happened after New Orleans?" na voz de Messy Mya, uma "celebridade" em Nova Orleães, que fazia videos para o youtube, e que foi assassinado em 2010, por motivos raciais (não vos lembra Flawless com o discurso feminista da Chimamanda Ngozi no inicio?). Esta cena referencia o furacão Katrina em Nova Orleães em 2005, que curiosamente foi o local escolhido para as gravações do vídeoclip, e ultimo estado a abolir a escravatura, o que faz todo o sentido. Mas não nos fiquemos por aqui.

"My daddy Alabamma, Momma Louisianna / You mixed that negro with that Creole / you got a Texas bamma" Aqui, Beyoncé afirma que pode ter chegado ao topo, mas não se esquece de onde veio, honrando as suas origens.

"I like my baby's hair, with baby hair and Afros" / "I like my negro nose with Jackson Five nostrils" (referência aos Jackson Five) Ouvimos estes versos acompanhados com cenas da pequena Blue Ivy. Esta é uma das minhas partes favoritas no video. Sem dúvida uma resposta a todos os comentários racistas e maldosos contra a sua filha, relativamente ao seu cabelo e à sua aparência (escrevi um post sobre isso em 2014, leiam!).

Mais à frente, se estiverem atentos, conseguem ver uma cena rápida que mostra a frase "stop shooting us" num muro, seguida da cena de uma criança negra que dança em frente a policiais armados, com o intuito de os sensibilizar e impedir de atirar. Esta cenas fazem referência ao movimento Black Lives Matter (cujo qual Beyoncé e Jay Z são fortes apoiantes), e outros ativistas raciais que criticam o número absurdo de negros mortos nas mãos de policiais simplesmente por serem negros. Não é dificil associarmos isto a situações recentes que ocorreram nos EUA e não só, pois não?  Esta foi, na minha opinião, uma das cenas mais fortes de todo o vídeo.

Ao longo do vídeo podemos observar cenas em que Beyoncé ora está num alpendre com um conjunto de homens de fato e gravata, ora numa majestosa sala com outras mulheres que se abanam com leques. Conseguem perceber o significado? Se repararem, os cenários e as roupas remetem para inícios do século XX, época colonial e de escravatura. O facto de no vídeoclip serem negros e negras a usar as roupas que por norma eram os brancos quem usavam na altura, simboliza a ascensão e empoderamento dos negros. How deep and powerfull is that!

Existem muitas mais referências e mensagens no vídeo,  mas não me vou alongar, se não o post ficaria enorme!

Ao contrário de muitas músicas que ouvimos por aí, com letras vazias e meramente comerciais, Formation é todo ele, uma verdadeira preciosidade, com uma letra rica e forte do inicio ao fim , e um vídeo excelente, cautelosamente bem produzido, até ao mais pequeno detalhe. Tão bom como os seus últimos singles Flawless (feminismo) e Pretty Hurts (padrões de beleza). 

Estou muito, muito, muito orgulhosa da minha queen B, mais uma vez ela provou que sabe o que quer e o que faz, e que é uma ótima representante das mulheres, e da comunidade negra. Sabemos que a Beyoncé é uma pessoa bastante influente, e felizmente faz muito bom uso dessa influência!

 Apesar de sentir saudades de um pouco de R&B pelo meio, Formation está um excelente trabalho!  Estou ansiosa pelo lançamento do album! 

Assistam ao videoclip "Formation" AQUI

PS: Fãs da Beyoncé, atenção!  Criámos um grupo no facebook dedicado à rainha, e para que nós possamos interagir e conhecermos-nos melhor!  Quem quiser entrar e bem vindo! Cliquem AQUI para aderir ❤

Já ouviram Formation? O que acharam da música? O que esperam do novo álbum?  xx

17 comentários :

  1. A música é FABULOSA. E admiro o trabalho que a Beyoncé faz enquanto inspiração para a comunidade negra. Ela é talentosa e incrível. :)

    Blog: Lemao Doce * Instagram * Fanpage * Grupo Divulgação *

    ResponderEliminar
  2. Eita mulher maravilhosa, ela é uma verdadeira inspiração. Eu amei muito a musica, como todas as outras <3
    Blog lindo!!!!! Beijos Sandra, seguindo aqui!

    http://www.mundodefany.com.br/

    ResponderEliminar
  3. Não é atoa que somos fãs dessa diva, né? Eu amei a música de primeira e ao ver a tradução entendi a mensagem, mas com esse post entendi tipo MUITO mais. Então: OBRIGADA <3
    Lembro que adicionei você no Facebook há um bom tempo atrás, porque você é fã dela (e eu também) e quando descobri que você tem blog fiquei tipo "AI MEU DEUS UMA BEY QUE TEM BLOG *_*". Amei o post, de verdade, já está lá na minha timeline <3
    Faça mais posts assim hahah!
    E: aguenta coração com esse SuperBowl, estou escrevendo esse comentário com um olho no computador e outro na TV hahaha! <3
    Beeeijo

    Cheiro de Pipoca

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai, sua linda ❤
      A atuação no SB foi incrível! Ainda estou a tentar recuperar, scrr!

      Eliminar
  4. EU AMEI A MÚSICA E O CLIPE! Tinha pegado algumas referências, mas... uau!

    A Bey fez um trabalho incrível, com certeza. Tamanha visibilidade esse clipe nos deu <3

    www.arrasandodeallstar.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, um excelente trabalho mesmo!

      Eliminar
  5. Heey, eu vou assistir pela primeira vez ao videoclip, mas com essa descrição já vi que está demais, mas também não era para ser outra coisa, porque é da Queen, não é mesmo?!
    Beijoss :*
    http://i-dreamer-girl.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo Bea, espero que depois de todas estas informações consigas apreciar a música!

      Eliminar
  6. Sou fã da Beyoncé desde sempre e também tive a mesma reação que tu tiveste quando ouvi a música pela primeira vez. Confesso que tenho amigas que me perguntam sempre o porquê de eu gostar de Beyoncé e acho que a reposta está neste música e neste videoclip.
    Adorei o post.
    bjs
    http://inesdoscaracois.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. ainda estou nessa fase de torcer o rosto para a música, mas achei muito interessante tua resenha... vou ouvi-la mais vezes!
    Big beijo :*
    fadetudoumpouco.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  8. Confesso que quando ouvi pela primeira vez a versão ao vivo no Super Bowl não gostei muito mas agora com todas estes factos à mistura, vou ouvir melhor e com mais atenção! :)
    Beijinhos grandes e muitas felicidades! <3
    chamammepequenita.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  9. Tudo muito bonito,salvem a comunidade negra and all mas o que eu mais vejo no local onde vivo é a comunidade negra a oprimir os brancos,até amigas negras o dizem e concordam, aliás chamar preto de me**a é racismo mas branco de me**a já não é ,double standards all the way
    Ps:sim eu propria já fui discriminada e gozada e já me bateram por ser branca

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não digo que seja mentira, eu também já assisti a situações ao contrário, e sei que é igualmente horrível. É um preconceito que alguns negros têm com os brancos, relativamente ao passado, não conseguem ultrapassar isso e passar á frente. Mas uma coisa não anula a outra, e percebe que esta música não é contra os brancos e sim contra a policia e o seu sistema racista.

      Eliminar
    2. Está errado dos dois lados anónimo. Racismo não é justificável seja por que raça for.

      Eliminar
  10. Confesso que ainda não ouvi esta música pois Beyoncé não é propriamente o tipo de música que oiço, embora até conheça as músicas mais famosinhas dela.
    Seja como for, fico feliz por ela lutar pela vossa emancipação e por não negar quem é. Convivo com negros desde sempre, uma tia minha o é, o meu melhor amigo também e não deixam de ser pessoas como os outros.

    http://ocantinhodacate.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...