06/09/2015

Não tenho mamas!


E quem nunca teve complexos com o seu corpo que atire a primeira pedra!

O meu drama começou aos 12/13 anos, quando estava no meu 5º ou 6º ano de escolaridade, e parecia que todas as raparigas à minha volta se desenvolviam muito mais rápido que eu. Felizmente nunca fui abordada nem muito gozada por causa disso, mas eu própria encarregava-me de me criticar todos os dias.»Porque nunca mais crescem?«,» Pareço uma tábua!«, dizia eu. A minha mãe é que estava satisfeita por assim ser, dizia que eu era demasiado nova para ter seios grandes (rsrs). Tinha receio de chegar aos 20 anos e não ter mamas. Juro-vos que havia dias em que este pensamento me deixava mesmo em baixo.

Fui crescendo, e infelizmente o meu complexo também. Já tinha 14/15 anos e pouco ou nada tinha mudado. Ok, eu ia chegar aos 20 praticamente sem mamas! Até raparigas mais novas que eu tinham seios maiores, o que me deixava para lá de frustrada. Tinha imensa falta de confiança, principalmente no verão, quando queria vestir tops ou blusas mais decotadas e não me sentia nada bem. Escolher o bikini certo era um inferno!

Eu estava tão focada em querer que o meu peito fosse maior, que me esqueci que todo o meu corpo estava a mudar! Até que eu parei e pensei: “Espera lá, eu vou viver infeliz o resto da minha vida só porque não tenho um par de mamas enormes?” 

O final da história? Não os meus seios não aumentaram milagrosamente (e eu vivi feliz para sempre). Hoje tenho quase 18 anos, continuo com um peito pequeno, mas estou feliz e satisfeita com o corpo que tenho! O que mudou? A minha maneira de ver as coisas. Ter seios pequenos tem as suas vantagens, e eu fui encontrando várias formas de contornar as desvantagens.

Arrisquei-me a escrever este texto só para dizer que:

Se tens entre 12 a 15 anos e não estás satisfeita com o teu corpo, TEM CALMA: ainda estás a crescer, as hormonas ainda estão praí aos saltos e o teu corpo ainda vai mudar. Take it easy! Tenho uma amiga cujo corpo só começou realmente a desenvolver aos 16/17 anos. E se já tens mais de 16 anos e não estás satisfeita com o corpo que tens, o que eu te tenho a dizer é: Não te compares aos outros. Todos nós temos uma parte do nosso corpo que gostamos menos, quer sejam os seios, a barriga, o nariz, os pés... Ama-te, tal e qual como és. Se tu te amares, mostrares-te confiante e passares essa confiança aos que te rodeiam, quem é que vai dizer o contrário?

Já tiveram ou têm complexos com os vossos corpos? Sintam-se à vontade para partilhar as vossas histórias! xx

29 comentários :

  1. Felizmente nunca sofri esse drama, mas tenho colegas que se sentiam de parte por isso mesmo!
    Isa,
    xoxo, zenvogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Tal como tu, eu tenho os seios muito pequenos. Tenho 15 anos e tenho o peito mais pequeno do que praticamente todas as minhas amigas. Não sou uma tábua, mas não tenho tanto peito como gostaria. Com os bikinis não posso dizer que me sinta mal, mas não me sinto confortável porque parece que ainda me fazem com menos peito. Mas acho que acabei por me habituar. Nem tudo é mau e o corpo não tem de ser tudo.

    Beijinhos
    http://inesmartinsxx.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ter seios pequenos não é mau, aliás, tem imensas vantagens! :D

      Eliminar
  3. Já sofri desse drama, mas infelizmente já passou... Tenho diversas outras partes do meu corpo que adoro e compensam a falta que sentia de as ter pequenas, mas ainda estou em desenvolvimento, por isso muita calma nessa hora. Não é o fim ter peito pequeno, ter rabo pequeno, ter os olhos ou a boca grandes, temos de nos aceitar como somos.

    Beijinhos,
    http://pequena-no-mundo.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Sofremos do mesmo e combatemos de igual forma :)

    ResponderEliminar
  5. Eu tenho alguns complexos, sim, nomeadamente com as ditas cujas... Mas, de certo modo, o teu texto foi bastante inspirador e deixou-me a pensar! Obrigada por teres escrito isto, a sério! <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Kika, fico muito feliz por saber ❤

      Eliminar
  6. Os meus complexos são exatamente o contrário: acho-as demasiado grandes e nunca consigo usar decotes acentuados porque toda a gente olha...
    Excelente texto, e parabéns pelo teu pensamento!
    www.onegirlinthebookstore.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma questão de veres a situação de uma maneira mais positiva! Obrigada linda eheh

      Eliminar
  7. Olha eu tenho 24 anos e tbm não tenho mamas, mas o engraçado é que percebi agora que adoro como elas são, não me incomodam em NADA! Não pesam, não transpiram, não me incomodam a dormir nem na posição. Quero lá saber se as outras têm ou não mamas, pelo menos eu quando for velhota não as tenho até ao umbigo. E pronto assim queu penso!
    xoxo
    BLOG // FB PAGE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ps. o meu blog mudou de endereço, se não estás a conseguir ter acesso no teu feed do blogguer, avisa-me!
      xoxo
      BLOG // FB PAGE

      Eliminar
    2. E não é que tens razão? Ahahahaha xD
      Está bem, se não conseguir entrar digo-te algo 😊

      Eliminar
  8. Eu tenho mamas pequenas mas nunca tive complexos com isso. é certo que ás vezes penso "aquela rapariga é mais nova e já tem mais mamas que eu" mas não passa disso, ate gosto delas assim.
    http://tipicamente-adolescente.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Tenho a dizer que sou uma rapariga de 17 anos, e não tenho peito pequeno, porque ele simplesmente não existe. Não gosto dessa parte do meu corpo, mas também não
    é por isso que deixo de gostar de mim

    ResponderEliminar
  10. sou grande fã do teu blog, também sou blogger, gostava de saber a tua opinião sobre o meu http://oblusaodeganga.blogs.sapo.pt obrigada

    ResponderEliminar
  11. Concordo contigo! Também já fui muito frustrada por ter pouco peito, mas com o tempo me acostumei e comecei a me aceitar melhor.

    www.allthingsblue.com.br

    ResponderEliminar
  12. Tenho 21 anos e seios pequenos,magra demais, pequena tbm kkk, hoje tento não dar tanta importância a isso porque so vai me fazer mal.

    www.garotadosuburbio.com

    ResponderEliminar
  13. Eu tive o problema inverso, meu corpo se desenvolveu muito cedo, no fim do ensino fundamental eu já tinha seios, até o 6ºano eles já estavam maiores do que o 'normal' comparando os das outras meninas. E isso era motivo para gerar piadinhas entre as minhas colegas de sala e até alguns meninos, mas eu nem ligava para esse tipo de coisa, minhas amigas diziam que eu tinha muita sorte, mas no fundo eu queria que eles fossem menores. Hoje tenho 17 anos e vejo outras meninas já desenvolvidas e percebo que não sou mais a exceção 'a menina dos peitos grandes', eu vejo que hoje eles têm um tamanho normal e proporcional para meu corpo, mas ainda acho que se eles fosse menores eu me sentiria mais a vontade, pelo fato de que qualquer decote, até mesmo pequenos sexualiza muito e não é isso oque eu quero e acabo me privando de certos modelos de roupas...
    Eu amei o seu texto é realmente inspirador !

    http://luanaclaaudia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  14. Sandra parece que, mais uma vez, fui eu que escrevi este texto. Passei exatamente pelo mesmo. Mas hoje não me importo mais, porque me aceito assim e descobri várias vantagens de ter peito pequeno eheh. Hoje acho até que o peito pequeno é melhor que o grande sinceramente. Há que nos aceitarmos acima de tudo :) excelente post, para (não) variar, beijinhooo *-*

    ResponderEliminar
  15. Ser mulher é mesmo muito complicado, todas nos queixamos ou disto ou daquilo. A sociedade exige demais de nós e nós continuamos ainda a exigir mais e mais. Também já passei pelo mesmo quando era mais nova, à medida que o tempo vai passando vamos lidando com a situação de forma diferente e vamos aceitando cada pedacinho de nós!
    =)

    http://trevodequatrofolhas-evapina.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  16. Ser mulher é mesmo muito complicado, todas nos queixamos ou disto ou daquilo. A sociedade exige demais de nós e nós continuamos ainda a exigir mais e mais. Também já passei pelo mesmo quando era mais nova, à medida que o tempo vai passando vamos lidando com a situação de forma diferente e vamos aceitando cada pedacinho de nós!
    =)

    http://trevodequatrofolhas-evapina.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  17. Eu também sou assim, mas eu gosto de ser assim, não vejo vantagem alguma em ter peito grande, aliás eu acho particularmente feio, peito nada mais é que gordura, e gordura gera flacidez, eu prefiro ter pouco peito mesmo, e se eu quiser um dia ter maior eu coloco silicone que é durinho u.u
    Beijos.

    ResponderEliminar
  18. Olá, Sandra! Vi seu link lá no LpL, e vim aqui te fazer uma visitinha! Pelo título do blog, fiquei curiosa sobre a sua nacionalidade, e vim direto no categoria "Eu", justamente para saber mais sobre você.
    Adorei esse post, e me identifiquei muito com tudo o que você disse! Quando eu era mais nova, também tinha essas preocupações, e ficava com a autoestima muito baixa. Mais tarde meus seios se desenvolveram, e deixei de ter essa preocupação. Hoje, devido a uma série de fatores, estou de bem com minha aparência, e posso dizer que gosto de mim do jeito que eu sou. Não existe nada melhor do que isso! Parabéns pelo post e pelo blog!

    ResponderEliminar
  19. Tenho 24 anos,nao tenho nem seios e nem menstruo, ajudem-me.

    ResponderEliminar
  20. Olá​ , amei o texto ! Tenho 14 anos e sofro complexo não somente com o tamanho dos meus seios , mas tb com minha altura , sou a menor de todas as minhas amigas com apenas 1,50m de altura ! Não tenho quase nada de seios , menstruei aos 13 anos e até agora nada... Vou fazer 15 anos em julho , estou com medo de não crescer mais.. e de que eu continue sem corpo , sempre quando tem passeios na escola parar parques aquáticos e esse tipo de coisa me sinto mal.. não consigo achar bikinis que valorizem os seios , pq não tenho huheuehue não sou completamente reta ou uma tábua mas ainda sim não me sinto feliz com meu corpo ! Sorry...

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...