17/10/2015

Pais severos e super protetores | Como lidar?


Tive a terrível sorte (???) de ter pais severos. O meu pai bem mais que a minha mãe. Quando era pequenina não entendia determinadas regras que os meus pais impunham, e ainda hoje acho algumas delas um pouco exageradas. 

Se por um lado é bom ter pais severos, porque nos mantém bem encaminhados (na maioria dos casos, penso eu), por outro acho que passam dos limites. Até porque quando nos proíbem sempre de fazer isto e aquilo, a tendência é para acabar por fazê-lo sem o seu conhecimento, o que na minha opinião é bem pior. Há uns meses vi uma hashtag no twitter cujo nome exato já não me recordo, mas tinha a ver com o fato de se crescer com pais severos. Havia um tweet muito engraçado que dizia algo do tipo "Crescer com pais severos ensina-nos a ser bons mentirosos". E olhem, é verdade.

Mas não, eu não vos vou dar dicas de "Como mentir aos vossos pais severos" (só se pedirem com jeitinho, jk jk). Vou antes salientar aqui outras dicas preciosas para melhorarem a relação com os vossos pais e conseguirem obter um pouco mais de confiança dos mesmos.

Não batas de frente
Responder a um grito com outro grito, respostas tortas e reações negativas ás afirmações/decisões dos pais não é nem nunca vai ser a melhor solução. Não vais ganhar nada com isso a não ser mais chatices para o teu lado. No mínimo o teu pai ou a tua mãe ficarão ainda mais irritados, o que pode piorar e muito a situação. Respira fundo, conta até dez, e responde sempre da maneira mais calma e educada que conseguires. Uma conversa civilizada é a chave para chegarem todos a um bom entendimento.

Sê responsável
Mostra aos teus pais que realmente mereces a sua aprovação e confiança. Cumpre as horas de chegada quando fazes saídas, e caso te atrases, liga sempre a avisar; atende as suas chamadas, esforça-te para obteres um bom resultado escolar, age com maturidade não faças constantes tempestades num copo de água... Porque se te comportares como uma criancinha irresponsável, não esperes que eles confiem em ti!

Conversa regularmente com eles
O segredo para qualquer relacionamento é a conversação. Explica-lhes porque achas que mereces a sua aprovação em determinado assunto. Se conversarem frequentemente em momentos oportunos, e cada um expor a sua opinião de forma ordeira e calma, evitam-se futuras discussões  e desentendimentos desagradáveis. 


Põe-te no seu lugar
Sei que vai parecer muito cliché e muito "conversa de velhos" mas ser pai e mãe é uma tarefa e tanto. Eles trabalham para pagar as contas ao fim do mês, e para nos sustentar. Muitas vezes chegam a casa cansados de mais um dia de trabalho e ainda têm que levar com os nossos pequenos dramas e stresses de adolescentes. Tenta colocar-te um pouco na posição deles e pergunta-te: "Estarei a ser justo/a?"


Faz a tua parte
Calma, estás a crescer! Tudo a seu tempo. Foca-te e esforça-te para alcançares os teus objetivos (quer seja nos estudos, no trabalho...). Se tudo correr bem daqui a algum tempo deixarás de depender dos teus pais a 100%.


Quem aí tem pais severos? Lidam bem com isso? xx

16 comentários :

  1. Estás mesmo certa em tudo. Tudo mesmo :)
    Adorei o post, acho-te uma grande escritora e adoro a tua escolha de palavras.
    Beijinhos <3

    ResponderEliminar
  2. Acho que existe um bom balanço entre os meus. Não posso dizer que sejam severos, mas protectores sim, e muito. Para teres noção a primeira vez que pude finalmente sair à noite devia ter uns 17 anos, coisa que hoje em dia é algo impensável.

    O que me ri com a frase do twitter! Talvez seja por isso que sempre fui um bom mentiroso haha. Enfim, sempre fui bom aluno e nunca dei preocupações aos meus pais, portanto isso é meio caminho andado para confiarem e mim. Sei que não se deve "bater de frente", como disseste, mas se soubessem os cenários que às vezes faço na minha cabeça... Com o passar dos anos essas coisas passam todas, faz parte do crescimento :)

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como eu compreendo, e tu és rapaz, imagina eu que sou rapariga! Tenho 17 e é impensável pedir aos meus pais para sair à noite. Já sei qual é a resposta, mas também não os censuro muito nesse aspeto.

      Sim, essa do twitter é muito engraçada, e não deixa de ser verdade, ahah!

      Eliminar
  3. Ai como eu te compreendo, nunca podemos fazer nada e tudo o que fazemos podia ser melhor. Se pisar-mos a linha nem que seja a 1º vez já quase que nos deserdam.
    GIVEAWAY
    Tipicamente Adolescente

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. True, ahahah, é uma questão de contarmos até dez e tentarmos expllicar o nosso ponto de vista com calma :)

      Eliminar
  4. Penso que estas dicas não são só para quem tem pais severos. Todos sabemos que os pais são um bocadinho chatos e que nem sempre estão bem dispostos. Além disso, nós, adolescentes, também temos as nossas paranóias e nem sempre somos fáceis de aturar. Por isso, acho que estas são dicas para todos os adolescentes que precisam de ser mais pacientes, independentemente do tipo de pais que têm.

    Gostei muito do post!
    Beijinhos,
    http://inesmartinsxx.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Muito sensato este post, gostei.:)

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Os meus não são severos mais bem protetores kkkkk Gostei do post e com certeza bater de frente não vai adiantar kkkkk
    Bjnhs

    http://karoline-caro-sonhador.blogspot.com/2015/10/a-beleza-da-simplicidade.html

    ResponderEliminar
  7. Eu tenho pais assim também. Diferença: os meus nem dão espaço para o diálogo. Aquilo que eles dizem é lei... e sim, isso torna-me uma ótima mentirosa...

    ResponderEliminar
  8. adorei as dicas, mas é muito díficil conversar com a minha vó e minha mãe, elas sempre acham que estão certas e no caso da minha vó, ela mete religião em tudo.
    Mas irei tentar seguir suas dicas, beijos

    http://tonsdesentimentos.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  9. Pai que compra carro para o filho, detona-se a si mesmo, detona o próprio filho e compromete a estrada que tem pela frente...:)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...