28/06/2015

Um rapaz tão giro... que desperdício!

(via)
(...)
Entrei no quarto de Derek, agora vazio. Mas ainda cheio de memórias. A presença dele ainda se sentia ali, como se a qualquer momento ele entrasse pelo quarto a dentro e me dissesse que tudo aquilo não passava de uma partida. Sentei-me no chão, enquanto olhava pela janela. Ao olhar lá para fora, para o nosso pequeno jardim, as memórias eram tão ou mais fortes. Lembro-me de quando e como tudo começou. O pesadelo começou dias depois de ele se ter assumido.

-Estou cheia de fome Derek, despacha-te senão não temos tempo de almoçar no bar da escola!
-Porque não comeste em casa?
-Odeio a papa de aveia que a mãe faz! E não queria parecer mal-educada ao comer outra coisa…
-Eu também odeio, é a pior papa de aveia que eu alguma vez provei.

Rimos. Saímos de casa a correr com medo de perder o autocarro.

Já fazíamos o nosso pedido no bar quando ouvi umas risadinhas atrás de nós, Virei-me e concluí que vinham da mesa onde Austin, um dos rapazes mais populares da antiga escola estava sentado. Eles sorriam entre si e olhavam para nós. Aquilo estava a irritar-me. Só de saber que ele e o Derek tinham sido melhores amigos revoltava-me. Desde que descobriu que ele era gay, afastou-se logo, tornou-se frio e estúpido.

-Olha, olha, se não é o assumido! – Austin disse. Todos os que estavam na mesa riram que nem otários.

-Credo, se fosse eu abria um buraco e enfiava-me lá dentro para sempre! – uma das raparigas da mesa comentou rindo.

-Um rapaz tão giro… Que desperdício! – disse outra.
-Calem as vossas bocas! – gritei – Vocês são uns ignorantes
-Oh, cala-te Lea. Ou também és lésbica? Bah, este mundo está perdido!
-Cala a boca, sua cabra – Quase me atirei para cima dela, mas o Derek segurou-me pelo braço.
-Não vale a pena Lea. Vamos.
-Como é levar no cu, veado? – foi Austin quem falou. Todos os que estavam na mesa riram de novo, como se não houvesse amanhã. Eu estava preparada para explodir, mas o Derek foi mais rápido. Em poucos segundo ele jogou-se para cima de Austin e deu-lhe um soco bem certeiro no meio da cara. O infeliz gemia de dor no chão, enquanto Derek já se levantava.
-Espero que nunca tenhas um filho gay, seria uma pena para ela ter uma merda de pai como tu.

Achei que depois disso acabassem as críticas. Mas não. Derek foi suspenso da escola por violência, e o Austin saiu impune. E continuaram com as piadas, com as brincadeiras de mau gosto, tudo isso foi acumulando e piorando, dia após dia. Obrigaram-no a dar um ponto final no assunto da pior maneira. E eu não fui capaz de fazer nada. Tiraram-me parte de mim. O melhor de mim. O sentimento de revolta consumia-me.

Ouvi alguém bater à porta.

-Sim?
-Sou eu querida. Já está tudo no carro. Podemos ir?


Este texto é um excerto da história que estou a escrever no Wattpad - "Afraid" Podem ler a história toda aqui! Vou atualizá-la hoje :)

O que acharam? xx


18 comentários :

  1. Com certeza eu vou ler, vou já adicionar à minha biblioteca *-*
    xx

    ResponderEliminar
  2. Está fantástico Sandra, não imaginava que escrevias tão bem!
    Continua já adicionei à biblioteca!
    Beijinhos <3
    www.onegirlinthebookstore.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Enquanto lia o excerto pensei "este livro deve ser maravilhoso" já com o pensamento de que tinha de ir a correr comprá-lo. Só tenho uma palavra: "uau" escreves mesmo bem! Apesar de preferir ler livros em vez de histórias no computador or something, acho que vou experimentar e ler a tua! Tens imenso futuro!

    Beijinhos,
    http://araparigadocomboio.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não gosto de ler história no computador! Mas o Wattpad fez-me mudar de ideias e reviver os meus 12 anos quando a minha vida era só ler fanfictions ahah.
      E nooooossa, fiquei muito feliz por ler isso, obrigada <3333

      Eliminar
  4. Podes ter a certeza que vou começar a ler! Adorei o excerto por isso, decerto que vou adorar a história! :)
    Beijinhos grandes e muitas felicidades! <3

    chamammepequenita.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai que linda ahah, obrigada :D <3 xx

      Eliminar
  5. Que excerto tão bonito *--* Odeio de morte ler no PC mas acho que vou fazer um esforço para ler a tua história, parece ser daquelas histórias tristes e bonitas como eu adoro! Ansiosa para começar a ler!

    Beijos, Catline
    rapariganoseculo21.wordpress.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Awn, eu também odeio ler no pc, não te censuro xD, e obrigada, fico muito feliz por saber que gostaste do excerto :D <3

      Eliminar
  6. Adorei! Já sei o que ler durante a noite, no telemóvel! Vou virar seguidora sem sombra de dúvida! Continua, beijinho

    www.embusca-de-umsentido.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Yay, fico tão feliz por saber isso, ahah, obrigadaaa <3

      Eliminar
  7. Não sabia que escrevias, vou tão por a leitura em dia :p
    xoxo
    BLOG // FB PAGE

    ResponderEliminar
  8. Adorei mesmo *-* até adicionei a minha lista de leitura

    http://woaharabella.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Awn clinda! Espero que gostes da história toda :D xx

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...