18/05/2015

"Eu quero poder dizer que eu senti o que vivi."

Heeey gente!
Em fevereiro entrevistei a linda Isabela Nóbrega, ex participante do programa Factor X e uma artista musical brilhante! Cliquem aqui para ver como foi.

E hoje é com felicidade que trago mais uma entrevista para vocês, desta vez do Matheus Paraízo! Ele tem 16 anos (fará 17 já no próximo dia 21!), e nasceu no Brasil. 

Assim como a Isabela, o Matheus era um dos meus favoritos no programa. Chamou a minha atenção logo na primeira atuação, quanto tocou "Flawless" da Beyoncé, com um arranjo completamente diferente do original, mas que ficou completamente TOP! Podem ver/rever atuação aqui em baixo.

O que acharam?

Mas vamos passar à entrevista, que na minha opinião ficou muito boa.

Sandra: O que te levou a participar no Factor X?
Matheus: Foi uma amiga muito próxima que me inscreveu logo quando a primeira publicidade do programa apareceu. 
Eu aceitei ir porque tinha grande curiosidade em saber se eu conseguiria passar nos pré-castings pelo facto de eu levar na minha bagagem artística uma corrente mais diferente e alternativa.



S: Foste muito longe na competição, chegaste às galas em direto! Mas infelizmente foste eliminado logo na 2ª gala. Achas que foi justo? Porquê?
M: Fiquei muito surpreendido pelo facto de só ter sido eliminado naquela fase da competição. Nunca pensei que eles pensassem que eu tivesse um ''público alvo'' para me levarem até tão longe. Contudo, se me fizesses a mesma pergunta na noite que saí, talvez teria respondido que não estava muito à espera de sair naquela gala. Acho que houve muita falta de coerência por parte dos jurados. Não falo da escolha do Júnior para continuar na competição mas sim nos comentários que fizeram para justificar essa escolha. No entanto fiquei muito orgulhoso de ter chegado tão longe! Consegui provar a mim mesmo que realmente consigo fazer algo de bom. E não há melhor sensação do que essa!

S: O que aprendeste com a experiência no Factor X? 
M: Eu aprendi imensa coisa deste programa. Consegui absorver alguma informação de como o mundo da TV e dos reality shows funcionam. Aprendi a ganhar mais coragem para fazer o que realmente quero e não adaptar-me de forma extrema à vontade do público português ou a qualquer público. Aprendi a escolher amizades. Obtive imensa experiência de palco. Não consigo listar tudo! É demasiado!


S: Participar em desafios deste tipo já não é novidade para ti não é verdade? Já participaste no programa uma Canção para Ti, da TVI. Achas que o Matheus de há uns anos atrás se orgulharia do Matheus em que te tornaste agora e de todo o seu percurso no mundo da música até hoje? Porquê?
M: Eu acho que o Matheus da altura não queria mesmo saber de nada. Ele só queria se divertir. E foi o que ele fez! Mas o Matheus de agora preocupa-se com seu percurso musical e digo: sim! Estou muito orgulhoso e com certeza vou trabalhar para que esse percurso seja muito extenso! 
Todos os dias foco-me em expandir meu leque musical, para que possa absorver de tudo um pouco, e, daí, tentar colocá-lo na minha música. Talvez é por isso que estou sempre a tentar evoluir. Por querer sempre mais!

S: O que sentiste quando pisaste o palco do Factor X pela primeira vez? 
M: Foi uma junção de ''ai meu Deus como será a perspectiva do artista para o palco?'', "Mãe quero voltar para casa'', ''São 4 da manhã o que é que eu estou a fazer aqui'' e de "Eu vou partir isto tudo. Literalmente." Foi muita coisa ao mesmo tempo mas a partir do momento que comecei a tocar os primeiros acordes eu entrei no meu mundo como sempre entro quando canto e fiz aquilo com alma e coração.

S: Ainda estudas? Se sim, o quê, e em que ano estás? Sentes que a tua vida escolar é afetada pela correria da vida como músico?
M: Eu acho que é mais o contrário, sabes? Eu acho que a minha vida escolar é que afecta a minha vida profissional como artista. E depois ouve-se lá de trás um ‘’então quer dizer que colocas tua carreira à frente dos estudos, não é?’’... E eu respondo que sim. Eu estou no 12º ano de Linguas e Humanidades e estou no curso errado. Não devia mesmo estar ali, nunca me senti no lugar certo quando estudava qualquer disciplina do curso. A única disciplina que gosto é Filosofia e nem sequer é específica. Contudo, das escolhas que tinha, era o curso mais indicado e eu esforço-me um pouco para ter bons resultados e o curso, mesmo que não seja o que quero para minha vida, é um curso bom.

Mas, de facto, sem querer muito, coloco minha carreira à frente dos estudos. Especialmente depois do Factor X. Agora estou a investir na gravação dos meus originais, e digo que os exames não me dão lá muito jeito nisso...

S: Depois desta experiência, vais continuar a lutar por um lugar no mundo da música?
M: Se vou? Claro que vou! O Factor X foi só o começo. Agora é que começa a luta. Tenho a consciência de que vai ser uma vida difícil cheia de altos e baixos, mas, para mim, é melhor suspirar de orgulho do que suspirar de frustração no final da vida. Seja amanhã ou daqui 50 anos. Eu quero poder dizer que eu senti o que vivi. Eu não quero ter uma vida estável. Eu quero correr e quero cansar-me. E se isso quer dizer comer barra de cereais ao almoço durante alguns anitos, que seja! Vou lutar sim pelo meu lugar na música.

S: A tua participação no Factor X está a dar-te acesso a novas oportunidades/projetos?
M: Está. Não da forma que eu esperava que estivesse mas está. Eu benificiei de alguns contactos com o programa e nesse caso, a Isabela foi das melhores coisas do Factor X. Para além de ser uma ótima amiga e eu me identificar com ela como pessoa e artista, temos feito tantas coisas juntos. Desde concertos a compor músicas e muitas outras coisas. Vou agora trabalhar no estúdio em que ela está a investir para gravar meu novo single. E acho que conseguem com certeza adivinhar quem vai escrever/gravar a parte da percurssão.

Estão a surgir novas portas e novas oportunidades e sei que isto só melhora se depender do meu esforço e trabalho. E espero poder ter escolhas. Espero ter ainda mais.

ACOMPANHEM O TRABALHO DO MATHEUS NO SOUNDCLOUD (ELE PUBLICA ORIGINAIS) E PELA PÁGINA NO FACEBOOK.

***
Quero agradecer ao Matheus por ter perdido um bocadinho do seu tempo a responder a estas perguntas. Eu acho que valeu a pena! E vocês? Gostaram? Já conheciam o Matheus?

6 comentários :

  1. Deve ter sido fantástico entrevistá-lo! Beijinho,
    neptunesecrets.blogspot.pt | facebook | GIVEAWAY

    ResponderEliminar
  2. Não o conhecia mas adorei a entrevista! Perguntas bem pensadas :)

    Beijinhos, Joana
    http://naoparesdeler.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Muito Bom, ele canta muito! E sua entrevista ficou otima, parabens

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...