22/11/2014

Like the ceiling can’t hold us

Nunca fui grande apreciadora de rap. Bom, para dizer a verdade eu até gosto de rap. Adoro ficar atenta às letras das canções e devo dizer que algumas são muito boas mesmo.
Lembro-me de como conheci Macklemore. Foi há mais de 1 ano atrás, quando ouvi pela primeira vez Can’t Hold Us a passar num canal de música. Fiquei totalmente rendida e resolvi pesquisar mais músicas da dupla, e até hoje sou uma grande fã destes dois. Adoro a capacidade que o Macklemore tem de pegar em coisas simples e aleatórias e transformá-las em algo tão poderoso e tão bom de se ouvir vezes e vezes sem conta.

Ben Haggerty, mais conhecido como Macklemore, nasceu e cresceu em Seattle (Washington). Escrevia as suas próprias letras desde os catorze anos e era inspirado por vários grupos do mundo do hip-hop. Começou a sua carreira a solo em 2000, sempre com o apoio e incentivo da mãe e dos tios.
Porém, Macklemore foi uma criança rebelde e teve sérios problemas com o álcool  e as drogas. Aos 22 anos a situação agravou, um problema que mais tarde viria a pôr em risco a sua parceria com Ryan Lewis e a sua relação com a noiva Tricia, mas felizmente ultrapassou a dependência.

Ryan Lewis nasceu em Spokane mas mudou-se mais tarde para Seattle. A mãe de Ryan era portadora do vírus da SIDA (ou AIDS), mas felizmente nem ele, nem as irmãs contraíram o vírus.
 Depois de mudar-se para Seattle, Ryan começou a interessar-se por hip-hop. Pouco tempo depois ele e Macklemore conheceram-se através do MySpace e começaram a trabalhar juntos.
Ryan é quem na sua maioria cria as batidas, fotografa e assume o papel de web designer e designer gráfico.

 Em 2010, a dupla lançou Otherside,  um single que basicamente fala de como Macklemore largou as drogas. Foi a 1ª música que eles editaram sozinhos e que proporcionou uma ligação mais forte com os fãs.
Thrift Shop esteve quase para não ser lançado pois Ryan não acertava com o beat. Mas ainda bem
que foi lançado, em agosto de 2012. Na 1ª semana a música ficou em 1º lugar nos EUA, na 2ª semana  estava em 1ª lugar em todo o mundo.
Achei engraçado, pois geralmente a ostentação, a roupa cara e de marca, as jóias, os carros e as mansões predominam os videoclips de rap. E Thrift Shop foi sem dúvida uma rutura, uma novidade nesse aspeto, pois enfatizou precisamente o tema contrário: as lojas de segunda mão.

Também em 2012 a dupla lançou o seu álbum de estreia, The Heist. Alcançou rapidamente o 1º lugar no ITunes.
The Heist considerado o melhor álbum do ano nos Grammys deste ano. Foi uma grande noite - Ben e Ryan atuaram nessa noite na companhia de Mary Lambert, Madonna e Jennifer Hudson. Enquanto cantavam Same Love (que também foi nomeada na cerimónia como a música do ano), vários casais (33 eu acho), héteros e homossexuais trocavam alianças ao mesmo tempo.
 A irmã de Ryan também se casou na cerimónia. Foi um momento absolutamente lindo, eu quase chorei!

Same Love (vejam a música original aqui) é sem dúvida uma das minhas músicas favoritas. Foi escrita na perspetiva de um miúdo gay que era maltratado. Porém os primeiros 4 versos da música (confiram aqui) são um reflexo de um pequeno momento da vida de Macklemore. Quando criança, Ben achava que era gay pois tinha 2 tios gays e mantinha o quarto arrumado. Mais uma vez, Macklemore surpreendeu, com um tema que até então era quase um tabu no mundo do rap. “Foi uma vitória para os direitos da igualdade”- disse Macklemore. 

Isto tudo para dizer que recomendo Macklemore a todas as pessoas que ainda não o conheciam, pois as músicas são perfeitas e vão muito além do que aparentam ser à 1ª vista. Eu pessoalmente, irei recordar-me dos meus verões de 2013 e 2014, que musicalmente, foram marcados por um artista tão especial e único como o Ben Haggerty.
Tenho a certeza que o destino lhe reserva um futuro ainda mais brilhante do que é o presente ou do que foi o passado, cheio de conquistas e muito sucesso.

***
Espero que tenham gostado do post amores! Já o tinha aqui há 1 mês, e estava quase a desistir de publicar, mas decidi arriscar, por isso deixem aí os vossos comentários mais sinceros! Beijo :)


P.S.: Este post foi inspirado na série telivisiva da MTV - The Ride.




USEM A HASHTAG #DiárioDeUmaAfricana NAS REDES SOCIAIS!



2 comentários :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...